top of page
  • Foto do escritorsiteguimaraesfiat

Algumas curiosidades sobre o sistema de arrefecimento!


A partir do momento em que é dada a partida no carro, uma série de processos acontece para que ele comece a funcionar. Com tantas explosões decorrentes da queima do combustível que dá “vida” ao motor, as temperaturas nessa parte no veículo são altíssimas. Para que nenhum componente derreta e comprometa o funcionamento do automóvel, o sistema de arrefecimento entra em ação. Para evitar que problemas relacionados ao sistema de arrefecimento ou demais componentes afetem o carro, é necessário estar com as manutenções em dia.


. Como é o seu funcionamento?

O sistema de arrefecimento tem como função manter a temperatura ideal para que o veículo funcione sem problemas. Ele ajuda na refrigeração do carro, mantendo em torno de 90º a 110º graus célsius, faixa considerada ideal. Por meio das mangueiras, o fluído é impulsionado após o acionamento da bomba d’água e percorre um caminho por dentro do motor com destino ao radiador. Nesta jornada, a temperatura do líquido ficou bem mais alta. Assim, quando ela chega ao radiador, faz a troca de calor com o ar de fora para que seja resfriada. Quem libera o fluxo do líquido pelas mangueiras para que esse processo seja realizado é a válvula termostática. Ela deixa o fluído passar quando o motor passa de certa temperatura e o bloqueia no momento em que ele esfria. Esse processo é facilitado pela ventoinha, que utilizando o mesmo princípio de um ventilador, ajuda a retirar calor do motor.


. Quais peças compõem o sistema?

Para exercer o seu trabalho corretamente, o sistema de arrefecimento depende de uma série de peças que trabalham em conjunto. Radiador, vaso ou reservatório de expansão, ventoinha, bomba d’água, sensor de temperatura, válvula termostática e mangueiras. Além delas, um fluído composto por aditivo e água desmineralizada é fundamental para o seu funcionamento. A bomba d’água é responsável por fazer o fluído circular por todo o sistema por meio das mangueiras. Já a válvula termostática por identificar a temperatura ideal do bloco do motor, abrindo e fechando a passagem desse líquido, que é armazenado no vaso de expansão, onde é possível verificar seu nível. O radiador tem como função realizar a troca de calor entre o motor e o ar frio de fora do carro, com a ajuda do líquido composto por 50% de água desmineralizada e 50% de aditivo. Este aditivo, por sua vez, não deixa que água ferva nem congele, auxiliando na manutenção da temperatura adequada. Outro componente importante é a ventoinha, que é responsável por ventilar o radiador. Ela faz com que a troca de calor entre o fluído e o ar seja feita mais rapidamente. Já o sensor de temperatura é o componente que leva a informação da temperatura do motor para o módulo de comando ou para o painel do carro.

.

Gostou dessas dicas?! Continue nos acompanhando por aqui. Toda semana uma dica e curiosidades sobre o mundo Fiat para você. Aqui no Guimarães Fiat temos peças e acessórios seminovos para o modelo do seu Fiat.

Comments


bottom of page